quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Estou chateada

A carga de trabalho tem sido tanta que não tenho tido tempo para ler ou escrever. Não tenho tempo para Facebook, Pinterest ou Blogger. Trabalho todo dia, chego a casa perto das 20h e num piscar de olhos estou a dormir e começa o dia novamente. Tenho dado muito de mim, tenho andado cansada por causa das noites mal dormidas.

Hoje cheguei ao trabalho e o meu telemóvel pessoal tocou. O numero era estranho, assim como o número que me ligou no dia anterior 4 vezes. Atendi e fiquei surpreendia por perceber que era um cliente da empresa. Perguntei quem lhe facultou o numero e disse que era uma indelicadeza dado que eu tenho sempre o telemóvel da empresa disponível. 

Estou a tentar resolver o problema deste senhor, que comprou um produto há 3 anos, só agora o decidiu usar e como viu que faltava um acessório decidiu fazer a minha vida um inferno. 

Estou bastante chateada porque ninguém tem o direito de dar o meu numero pessoal, gosto bastante de separar o trabalho com a minha vida lá fora. Estou chateada porque detesto que alguém me ameace com reclamações parvas. Estou chateada porque há pessoas tão más que pensam que uma ameaça as fará ganhar o que quer que seja. Que tramar seja quer for as vai fazer pessoas melhores. Não, não as fará. Estou chateada porque estudei anos e anos para criar. Estou mesmo chateada. 


4 comentários:

  1. boa sorte para resolver esse problema...

    ResponderEliminar
  2. E tens razão. mas, para bem da tua sanidade mental, deves lidar com essas pessoas de forma racional (colocando-as no seu lugar de forma educada) e tentar esquece-las fora do horário de trabalho.
    Já há algum tempo que faço esse exercício. E tem resultado muito bem. :)
    Boa sorte! Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Aproveita o fim de semana para recarregar baterias!

    ResponderEliminar