terça-feira, 17 de maio de 2016

Será menina?

No inicio deste mês fui ao hospital fazer a ecografia do primeiro trimestre. Como sempre a enfermeira que me recebeu foi um autêntico amor, transpira bondade. 
Estava um pouco nervosa, afinal a ecografia do primeiro trimestre é super importante para descobrir antecipadamente algo que poderá não estar bem. A experiência, ao contrario do que esperava não foi muito boa. Claro que foi ótimo ver o bebé, fiquei extremamente feliz mas por outro lado com uma vontade enorme de me ir embora. A obstetra que me atendeu foi tudo menos simpática. Via-se que estava enervada com alguma coisa que não percebi o quê. A ecografia foi muito complicada porque o bebé não estava quieto e em todo exame esteve ás cambalhotas. A obstetra começou a ficar cada vez mais nervosa e disse à enfermeira que podia ser melhor caso a mãe ajudasse, pois não era propriamente magra. Nisto desatou a beliscar-me a barriga. "Vê isto? Isto não é uma barriga de grávida, é gordura!". Isso magoou-me muito. Fiquei calada e pedi baixinho para o bebé parar um pouquinho pois de seguida disse que não ia realizar ecografia dado ás condições. Parou uns segundos. Vimos os pés, as pernas, os braços e as mãos. Disse que possivelmente era uma menina, mas sem certezas.

Vim embora triste, com a sensação que não houve esforço por parte da obstetra em ver tudo ao pormenor e dou graças por ter uma consulta em breve com um obstetra particular que de certeza irá ver osso por osso. Fiquei triste com os comentários mas o que iria eu dizer?... Se respondesse à letra ia desistir da ecografia e mais tarde até poderá ser ela a realizar o parto... decidi me calar. 

Depois cá fora no parque de estacionamento lembrei-me. Sim eu conheço-a. No parto do Diogo foi esta médica que passou pelo meu quarto e disse "Que barriga horrível." Foi ela, tenho a certeza.


retirada do weheartit.com




11 comentários:

  1. Que coisa hororosa para se dizer a alguém, quanto mais grávida. Nada proficional essa senhora :(

    ResponderEliminar
  2. Que médica horrível! Há pessoas muito desumanas! :(

    Um beijinho

    ResponderEliminar
  3. Não é nada comigo e até estou a ferver. Pessoas assim deviam ser postas na linha!... Arre!

    ResponderEliminar
  4. Desculpa a pergunta parva, mas aí no norte não há livros de reclamações???

    ResponderEliminar
  5. Se toda a gente pensar como tu e nao fizer nada pessoas como essa medica nunca vão ser chamadas à atençao pelo seu comportamento, porque os responsaveis nao sabem que ela é uma má profissional. Eu sei que no calor do momento e principalmente numa altura tao sensivel da vida de uma mulher, a gravidez, nem sempre a pessoa tem a resposta na ponta da lingua, mas devias ponderar fazer uma reclamação, gorda iu magra ninguém tem o direito de te falar assim, muito menos uma médica.

    ResponderEliminar
  6. Esperemos que essa médica, "tão querida" não te passe mais pela frente... Comigo ouvia das boas. pessoas como essas temos que lhes fazer frente.
    Tudo de bom

    ResponderEliminar
  7. A sério? Parvalhona, esse comentário foi para mascarar a incompetência dela, não te sintas mal! AI q nervos!

    ResponderEliminar
  8. Que estúpida mesmo!! Acho que devemos sempre reportar este tipo de situação, porque há tantos bons profissionais mais competentes e com maior sensibilidade que poderiam estar no lugar dessas pessoas... Mas por outro lado percebo perfeitamente o teu ponto de vista e o porquê de não teres dito nada... Espero sinceramente que não te voltes a cruzar com ela... E que o "karma" ou o que for se encarregue de meter a senhora no seu devido lugar...

    ResponderEliminar
  9. Ai se me dissessem isso, não sei se ficaria calada... Mau demais, para ser verdade!

    ResponderEliminar
  10. Que falta de profissionalismo e de humanidade ... nem dá para acreditar que existe pessoas assim tão parvas. Mesmo que não faças uma reclamação agora com medo de apanha-la lá mais para a frente, faz depois, ela não pode sair impune com esse comportamento completamente inadequado.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  11. O queeee? Que parva! Compreendo o teu receio, mas essa médica merecia que lhe tivesses respondido e que tivesses reclamado. Grande estupida!

    ResponderEliminar